Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2015

Queria.

"Queria acordar com a tua voz a dizer-me ao ouvido tudo aquilo por que tenho esperado. Queria ouvir-te dizer-me a falta que te faço. Que também tu te encontras exactamente no mesmo ponto que eu: sozinho. Queria ouvir-te dizer o quanto me amas e precisas. O quanto, afinal, a ti não te bastas. A falta que te fazem as nossas conversas. Aquilo que precisas do meu abraço e colo. Aquilo que eu ainda te irrito e incomodo. Aquilo que te tiro do sério só porque existo. Que o nosso amor não é de hoje. Nem de ontem. Que é uma coisa que se instalou e não mais se ausentou.
Queria acordar e não ser um sonho. Acordar com a tua voz ao ouvido em vez de na minha consciência.
Acordar e ouvir-te. Aqui."
de Rita Leston in ' Gosto de ti, e então? '

Não preciso. Mas quero.

"Se sem ti vivo, continuarei a viver - ou a "subviver".  Não preciso de ti: mas quero-te. Não preciso de ti para respirar: mas o ar contigo é mais leve. Não preciso que estejas aqui: mas quero partilhar contigo o mesmo espaço. Não preciso de ti para sorrir: mas o meu sorriso ganha outra cor. Não preciso de ti para viver: mas os dias contigo são sempre de sol. Não preciso de ti para fazer uma birra: mas contigo as discussões são mais giras. Não preciso de ti para um beijo: mas o sabor do teu é o que me sacia. Não preciso das tuas mãos em mim: mas são essas que me levantam. Não preciso de ti para um abraço: mas o teu é que me protege do mundo. Não preciso de ti para ser eu: mas o nós é o que me fascina.
Tenho uma vida. Tenho os meus dias. Tenho as minhas birras. Tenho os meus sorrisos. Tenho as minhas pessoas. Tenho as minhas coisas e manias. Tenho-me a mim.
É. Não preciso de ti. Mas quero-te.
Tanto e sempre."

de Rita Leston in ' Gosto de ti, e então? '

Music, a state of mind #17

Imagem
Lay Me Down - Sam Smith ft. John Legend
"Yes, I do, I believe That one day I will be, where I was Right there, right next to you And it's hard, the days just seem so dark The moon and the stars, are nothing without you Your touch, your skin, where do I begin? No words can explain the way I'm missing you The night, this emptiness, this hole that I'm inside These tears, they tell their own story
You told me not to cry when you were gone But the feeling's overwhelming, it's much too strong Can I lay by your side? Next to you, you And make sure you're alright I'll take care of you And I don't want to be here if I can't be with you tonight I'm reaching out to you Can you hear my call? This hurt that I've been through I'm missing you, missing you like crazy
Can I lay by your side? Next to you, you And make sure you're alright I'll take care of you And I don't wanna be here if I can't be with you tonight
Lay me down tonight…

Sonhas comigo?

"Hoje, apetecia-me ser o teu sonho. Daqueles em que na manhã seguinte se acorda a sorrir e meio confuso com o que é realidade.

Apetecia-me ser-te o sonho de mulher. Que o meu beijo te fosse um sonho e o meu abraço te levasse ao paraíso. Que o meu sorriso resplandecesse o teu dormir. Que a minha voz te embalasse no adormecer. Que a minha presença te descansasse.

Hoje, apetecia-me ser o teu sonho. Um sonho infindo em que não mais acordássemos. Um sonho de onde não nos queremos ausentar. Um sonho bom e protector. Quente e desafiador.

Hoje, apetecia-me ser o teu sonho. Sonhas comigo?"

de Rita Leston in ' Gosto de ti, e então? '